Elétricos: Chevrolet Bolt ganha novo visual na linha 2022

Chevrolet Bolt ganha novo visual na linha 2022

Lançamentos 13/08/2021
Novo Bolt

Uma semana após a Fiat anunciar a vinda do seu 500 elétrico para o Brasil, foi a vez da Chevrolet contra-atacar. Esta semana, a GM iniciou em nosso País as vendas do Bolt EV, o seu modelo 100% a energia.

O modelo passou por uma recente reestilização, mas motor continua o mesmo com 203 cavalos de potência. Ele pode rodar um pouco mais de 400 quilômetros.

Na verdade o modelo só será lançado oficialmente em setembro, mas já pode ser encomendado através de uma página específica no site de www.chevrolet.com.br/bolt-pre-venda.

“O Bolt EV é o elétrico de zero emissão mais vendido da sua categoria no Brasil e o novo modelo evolui nos aspectos mais relevantes para o consumidor, como em tecnologia, acabamento e design.

Tudo isso posiciona o produto em um outro patamar e tem como propósito manter a Chevrolet na vanguarda dos carros elétricos”, destaca Ricardo Fanucchi, diretor-geral da Engenharia de Produto da GM América do Sul.

Itens e tecnologia

O novo Bolt EV será ofertado no Brasil em configuração única e exclusiva, com um pacote inovador de itens de conectividade, segurança e conforto.

Os consumidores que adquirirem o primeiro lote do novo carro elétrico da Chevrolet durante o período de pré-venda ganham um carregador wallbox de 7,4 kVA de potência homologado pela GM, que permite ao veículo autonomia de aproximadamente 40 quilômetros a cada hora de carga.

O item é disponibilizado como acessório nas 79 concessionárias da marca habilitadas para comercializar e dar assistência a carros elétricos pelo país.

Além disso, o consumidor do novo Bolt EV será beneficiado com um ano dos pacotes Protect e Connect do OnStar, um ano de Wi-Fi com 20 GB por mês e 14 mensalidades do dispositivo Veloe.

Na semana passada, mostramos aqui os principais modelos de carros elétricos à venda no Brasil. E dissemos que, apesar de ser um nicho, vários fabricantes de automóveis já comercializam carros elétricos aqui.

A exceção de um modelo da Chinesa Jac Motors, todos os carros disponíveis custam acima dos R$ 200 mil.

Os concorrentes do Chevrolet Bolt são o 500 elétrico, o Zoe, da Renault, também importados e vendidos no país há mais de dois anos.

A Nissan conta com o Leaf e a Mini lançou recentemente um modelo a energia para os entusiastas de veículos amigos do meio ambiente.

No caso de marcas premium, eles também se fazem presentes e estão cada um com seu apelo. E o preço também é nas alturas.

A Audi possui exemplares de mais de meio milhão de reais, a exemplo do E-tron, que foi o elétrico mais vendido do Brasil ano passado com quase 200 unidades comercializadas.

Uma saída pra quem busca um carro econômico e menos poluente é buscar um híbrido. Nesse caso, as opções são bem maiores e com valores mais em conta.

Na Toyota, por exemplo, há modelos consagrados como Corolla e Rav4. Na Volvo todos são eletrificados: ou híbrido ou 100% a energia.

A Jaguar também possui em seu showroom um time poderoso. E não podemos esquecer de Porsche, Lexus, Mercedes e por aí vai.

DIFICULDADES

Apesar de estar cada vez mais comum nas ruas, os números de vendas dos elétricos ainda são pífios. E não estamos falando aqui de pressão econômica dos produtores de petróleo somente.

Os fabricantes precisam avançar muito na tecnologia, pois os carros têm como pontos-fracos a autonomia baixa e os custos elevados.

Os experts do setor automotivo dizem que o custo de manutenção nos elétricos é mais barato que nos modelos a combustão.

O problema é que a mão de obra ainda é bem restrita.

Se inscreva em nosso canal no youtube.

Tags:

Continue lendo