Qual SUV comprar com até R$ 150 mil?

Qual SUV comprar com até R$ 150 mil?

Avaliações 28/06/2022

Os constantes aumentos de preços nos carros mexeu no mercado de automóveis no Brasil e praticamente é impossível achar hoje algum SUV abaixo dos três dígitos.

Para tentar ajudar você na escolha do seu futuro utilitário esportivo, selecionamos as principais opções de SUVs situados numa faixa de preço entre R$ 100 mil e R$ 150 mil.

Leia mais: Hyundai Creta N Line chega ao Brasil por R$ 154.490

Se você estiver à procura de um carro “mais altinho”, fica esperto que a gama é grande. Na Hyundai, o Creta passou por uma atualização recente.

É bem verdade que o visual causou polêmica, mas é indiscutível que o SUV ficou bem melhor. Tem um bom acabamento e versões de motor turbo 1.0.

Mas o fabricante manteve a opção do Creta Action, versão antiga, por R$ 108 mil. É a mais em conta. Já o novo tem Creta sair a partir de R$ 119 mil.

A marca possui mais três opções que chegam a R$ 150 mil com motor 1.0 turbinado. Tem a top de linha só que acima do teto.

Um outro adversário de peso do Creta nessa categoria é o Renegade. Produzido em Pernambuco, o SUV da Jeep ganhou melhorias internas e um novo motor 1.3 turbo flex para tentar acabar com a má fama do antigo motor 1.8 que bebia muito e andava pouco.

No novo Renegade, o consumo é praticamente o mesmo do anterior, perto ali de 7 km/l de gasolina, mas anda bem de verdade com seus 185 cavalos de potência.

O preço começa em R$ 124 mil, uma segunda de R$ 138 mil. E mais três acima dos R$ 150 mil estabelecidos nesta reportagem.

Na Volkswagen são dois nomes nesta disputa: o Nivus e T-Cross. O primeiro tem preço a partir de R$ 120 mil, mas é vendido apenas com motor 1.0 turbo.

São quase 130 cavalos de potência. No T-Cross, há opções 1.0 com valor a partir de R$ 111 mil, na versão Sense. Tem ainda configuração 1.4 turbo.

Neste caso, são 150 cavalos de potência e o preço aí é a partir de R$ 160 mil.

A Fiat tem o Pulse, com muitas versões. O mais barato sai pouco abaixo dos R$ 100 mil, manual. As demais são automáticas e custam um pouco acima e o mais caro é R$ 127 mil.

Na Peugeot, o representante é o 2008, são quatro versões, a partir de R$ 100 mil, manual e motor aspirado.

A mais cara é turbo automática de R$ 125 mil. A Citroën tem a partir de R$ 100 mil o Cactus. Na GM, o nome é o
Tracker. Todas as versões estão nessa faixa de preço, começando em R$ 113 mil.

A top é R$ 150 mil. Na Renault, são dois carros na categoria. Captur e Duster, mas é esse último que faz o volume interessante.

Há dois anos, ganhou uma atualização e agora em 2022 passou a ser comercializado também com motor 1.3 turbo de 170 cavalos, deixando o SUV mais interessante.

O porta-malas de 475 litros, uma das maiores da categoria. o Duster vai de R$ 103 mil com câmbio manual e motor 1.6.

A top linha turbo sai perto dos R$ 139 mil. Na Captur, os valores começam em R$ 143 mil. A Caoa Chery tirou de cena recentemente o Tiggo 3x e agora todos SUVs da marca estão acima do teto de R$ 150 mil.

Se inscreva em nosso canal no youtube

Tags:

Continue lendo