Marcopolo desenvolve kit de proteção para motoristas de ônibus

Marcopolo desenvolve kit de proteção para motoristas de transporte coletivo

Notícias 6/05/2020
Marcopolo desenvolve proteção para motorista e cobrador

A fabricante de carrocerias de ônibus, Marcopolo, anunciou um novo plano para garantir a segurança de motoristas e cobradores que trabalham em transporte coletivo urbano durante a pandemia do Covid-19.

Leia mais: Marcopolo volta aos trabalhos em meio ao coronavírus

Após 15 anos, concessionária Auto Futura encerra atividades no Recife

A montadora desenvolveu um sistema de divisórias que funciona como uma barreira de proteção para os profissionais.

Inicialmente o projeto está sendo testado em uma operadora de transporte coletivo na cidade de Caxias do Sul-RS, onde também está localizada a sede principal da Marcopolo.

A tendência é que o sistema de proteção seja comercializado em forma de kit.

Para possibilitar e tornar mais rápida a sua instalação nos ônibus em circulação em todo o Brasil, a Marcopolo fornecerá o produto por intermédio de suas filiais e rede de representantes nacionais.

De acordo com o gerente de Engenharia da Marcopolo, João Gabriel Magnabosco, o sistema de barreira física para o condutor e cobrador reduz a possibilidade de contágio da doença porque impede a transmissão e o contato com as gotículas expelidas durante a fala, tosse ou espirro.

Como é feito

Os painéis envolvem a área de trabalho desses profissionais e garante proteção também para os passageiros.

“O sistema foi idealizado para ônibus urbano como o Torino, modelo mais produzido pela Marcopolo.”

Mas, por ser uma solução flexível e modular, poderá ser adaptado e instalado em diferentes carrocerias, inclusive de gerações anteriores. “

“A parte do cobrador é adaptável para qualquer ônibus e a do motorista depende de um projeto específico para cada modelo”, destaca João Gabriel.

A escolha pelo vidro como material a ser utilizado se deu devido à sua superfície lisa e facilidade de limpeza e higienização.

“Materiais como o acrílico sofrem degradação acelerada quando em contato com álcool que é um dos produtos normalmente utilizados na higienização”, salienta.

Se inscreva em nosso canal no youtube

Tags:

Continue lendo