Fenabrave discute abertura de concessionárias em Jaboatão

Fenabrave discute abertura de concessionárias em Jaboatão

Notícias 3/06/2020
Concessionária de veículos 0km da Caoa Chery

Representantes da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) estiveram com o prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, nesta quarta-feira (3).

O assunto tratado foi a reabertura do setor de vendas das concessionárias, que estão sem atividades desde o dia 18 de março.

Leia mais: Nivus – Volks apresenta seu novo carro e esconde preço

A reunião fez parte das discussões que o Comitê de Análise dos Impactos Econômicos da Covid-19 vem realizando com todos os segmentos.

O empresário Fernando Figueiredo disse que no Nordeste, apenas em Pernambuco a venda de veículos novos e seminovos está suspensa e ainda não há perspectiva para reabertura.

Os setores de pós-venda e oficinas estão funcionando, mas representam somente 15% do faturamento.

Em Jaboatão, o setor emprega cerca de dois mil trabalhadores. “As perdas são grandes, no entanto temos que manter a estrutura, os empregos, encargos e todo o custeio”, disse Figueredo.

“Achávamos que o Governo do Estado iria autorizar a abertura das vendas nesta semana”.

“As concessionárias não geram aglomeração de pessoas, no entanto as lojas de material de construção, que atraem muita gente, foram autorizadas a abrir”.

Sem acordo

“Entregamos nossas propostas ao Governo, que não adotou, por isso viemos apresentá-las à Prefeitura de Jaboatão para que sejam adotadas no planejamento que está sendo discutido”, disse o empresário Beto Nunes.

O prefeito Anderson Ferreira se solidarizou com os representantes da Fenabrave, reconhecendo a importância do segmento automotivo para a economia e geração de emprego.

“Abrimos a discussão com todos os segmentos, justamente para ouvi-los e montar um planejamento de retomada em parceria”.

“A Prefeitura estabelecerá os critérios e cada setor sabe quais medidas que podem ser adotadas para a volta do trabalho sem por em risco trabalhadores e clientes”, salientou.

Tags:

Continue lendo